Maria João Worm


Partir pedra no papel marmoreado
14 Fevereiro 2010, 8:01 pm
Filed under: Uncategorized

As pedreiras têm homens que trabalham nelas.

São poucos os trabalhos que agora existem em que se está tão perto da matéria prima. O trabalho tem a ciência do corte, são talhantes que esventram uma parte do corpo da Terra. Tão perto da matéria original talvez cheguem os poetas. Uma operação que congrega quem toca no mármore e se arrisca sob o peso das pedras tumulares. Sem romantismo deveria ser dada a hipótese de uma troca. Os que escrevem letras desenhadas nos veios das pedras deveriam contar a história do mundo a quem com elas trabalha e as corta; e as histórias dos que cortam as pedras deveriam ser ditas em troca.