Maria João Worm


Partir pedra no papel marmoreado
14 Fevereiro 2010, 8:01 pm
Filed under: Uncategorized

As pedreiras têm homens que trabalham nelas.

São poucos os trabalhos que agora existem em que se está tão perto da matéria prima. O trabalho tem a ciência do corte, são talhantes que esventram uma parte do corpo da Terra. Tão perto da matéria original talvez cheguem os poetas. Uma operação que congrega quem toca no mármore e se arrisca sob o peso das pedras tumulares. Sem romantismo deveria ser dada a hipótese de uma troca. Os que escrevem letras desenhadas nos veios das pedras deveriam contar a história do mundo a quem com elas trabalha e as corta; e as histórias dos que cortam as pedras deveriam ser ditas em troca.

Anúncios

1 Comentário so far
Deixe um comentário

este é um comentário geral, é um cliché mas descreve o que eu sinto quando venho a este blog ou vejo a tua arte, ar fresco e limpo no cimo de uma montanha, e vontade de lá permanecer bem junto do verdadeiro… não ser famosa, tenho a certeza que é uma benção, mas gostaria que algum reconhecimento houvesse que dignificasse o teu trabalho aos olhos de muita outra gente, bjs

Comentar por R




Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s



%d bloggers like this: