Maria João Worm


Project Fountain #6 ( dois pequenos poemas traduzidos)
6 Maio 2011, 2:18 pm
Filed under: Project Fountain | Etiquetas: , ,

 

às flores pequenas que caem das árvores

 eu só posso dizer que não saberia deitar-me debaixo da árvore e ficar à espera que me tocassem que me preenchessem ou me debruassem.

Não saberia fazê-lo porque já me tenho com tudo contado e assim não sei senão contar o tempo nesta coisa que nos ensinam.

Lembro-me de um sentir que desatento do seu próprio corpo era o lugar onde caíam as flores.

 posso invocar mas já não sou capaz de me encontrar sem dar conta disso.

(Louise G. traduzido por Trans. Correct)

às vezes não tem graça tocar realejo

 A pressão que sinto no peito é um aviso, eu sei que é um aviso que de dentro empurra para fora e que resiste à força da pressão exterior.

Não sei quem começou a fazer força. Não sei se fui eu que me enchi demasiado

ou se de fora me apertaram e eu reajo.

(Trails F. forg. traduzido por Rosalinda F.T.)

Anúncios

Deixe um Comentário so far
Deixe um comentário



Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s



%d bloggers like this: