Maria João Worm


Acerca de um filme a preto e branco; mudo
10 Janeiro 2012, 8:50 pm
Filed under: Uncategorized

Crianças a brincar com fisgas, atordoam-se, sem se perderem. “we got almost lost”.

É interessante como a alegria é sempre condicionada e circunstâncial; excesso de sol.

Interessante a coreografia da caça que me faz lembrar o filme Mouchette.

Bonito o tempo e a expressão dos corpos e de todo o paraíso natural,

mas habitado nos papéis sociais.

Ninguém está liberto. Nem a Sra. que prefere sonhar o domingo na cama.

A diferença maior é que amar não é só jogo de caça, onde o pardal exibe o peito para ser atingido pelo caçador que se acha mais sedutor do que seduzido.

Encontrar a dor pode ser o preço da vontade de descobrir o outro e o próprio.

Mas há mais do que papéis e protagonismo, este é apenas um tempo de começar. Amar é outra coisa que não se cinge ao desejo pueril. Nem os Senhores se apropriam, nem as Senhoras estão disponíveis.

Dar ao outro o que é mais do que rendição ou subjugação é possível, quando cessa a licença de caça e existe vontade de ser mais do que desejo na primeira pessoa

Anúncios

Deixe um Comentário so far
Deixe um comentário



Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s



%d bloggers like this: