Maria João Worm


estar
8 Julho 2012, 4:03 pm
Filed under: Uncategorized

O lago tem a mesma cor da água onde lavo os pincéis.

Mas se no lago, as árvores, o chão e por vezes o céu aparecem em espelho.

O copo onde lavo os pincéis fica mudo. Nele fica residual a matéria das cores.

É mais fisico o que tenho no copo dado a poucas palavras, do que no lago etéreo.

Poderia ter tirado a água que está dentro do copo directamente do lago. Aparentemente poderia ser exactamente assim.

Mas no copo calado, não se definem as formas, é um copo cheio de um magma que esconde em si a leveza da cor mas nunca a representação do que vejo.

Acho que ele não se importa e eu também não.

Anúncios

Deixe um Comentário so far
Deixe um comentário



Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s



%d bloggers like this: