Maria João Worm


impermanência
19 Fevereiro 2016, 1:05 am
Filed under: Uncategorized

As palavras têm vindo a tomar significado ao longo da minha vida.

Significado é reconhecer o corpo da palavra no meu corpo. É viver a palavra, representá-la. Ser a palavra.

A impermanência, já sabia dela. Incómodo a chegar à dor, cadência do inevitável que renova, condicionado pela construção racional apaixonada cegamente pela certeza dos números.

Contagem do tempo que agora tenho fixa paradoxalmente em mim própria num alvo.

Ela aproveita o alimento que eu sou enquanto vivo a minha impermanência.

Temporariamente factual.

Dizem fórmulas matemáticas o que sabíamos. Lentamente as circunferências concêntricas aparentam o imutável.

O significado muda, cala-se profundamente e assim pode permanecer.

Ruminar como os muros mais antigos, arredondados, afundados na terra donde saiu a matéria que os construiu.

E de repente reparas que nasceu uma haste verde, no lugar onde te dizem morreu uma flor.