Maria João Worm


impermanência
19 Fevereiro 2016, 1:05 am
Filed under: Uncategorized

As palavras têm vindo a tomar significado ao longo da minha vida.

Significado é reconhecer o corpo da palavra no meu corpo. É viver a palavra, representá-la. Ser a palavra.

A impermanência, já sabia dela. Incómodo a chegar à dor, cadência do inevitável que renova, condicionado pela construção racional apaixonada cegamente pela certeza dos números.

Contagem do tempo que agora tenho fixa paradoxalmente em mim própria num alvo.

Ela aproveita o alimento que eu sou enquanto vivo a minha impermanência.

Temporariamente factual.

Dizem fórmulas matemáticas o que sabíamos. Lentamente as circunferências concêntricas aparentam o imutável.

O significado muda, cala-se profundamente e assim pode permanecer.

Ruminar como os muros mais antigos, arredondados, afundados na terra donde saiu a matéria que os construiu.

E de repente reparas que nasceu uma haste verde, no lugar onde te dizem morreu uma flor.

 

Anúncios

Deixe um Comentário so far
Deixe um comentário



Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s



%d bloggers like this: