Maria João Worm


As marcas emitem o que se amplifica no ouvido interno do barro
20 Maio 2009, 12:48 pm
Filed under: Uncategorized

 

Assim à maneira de continuação, queria fugir um pouco às exposicões e pensar apenas a ideia de friso. 

Vi num museu, pequenas taças cerâmicas de um periodo algures na pré–história.  Lado a lado, nas prateleiras expostas, pela escala e pela frágil espessura, estes pequenos contentores, parecem pela forma, uma sequência de pequenas orelhas viradas para o céu. Mas a presença  que evoca o corpo humano está presente na mesma matéria de que são feitas as peças e quem as criou.  A forma é feita por contacto directo, barro contra barro, sendo o molde, a concha da mão;  mais arredondada por ganhar um eixo e rodar sobre ela própria ao ser feita, aperfeiçoada pelo movimento de rotação.

Os frisos percorrem a superficie segundo uma sequência de formas abstractas que descrevem um circulo  que também narra um ciclo. A repetição do gesto gravado, conta e arrasta a contagem, numa narrativa.   Este ciclo, de quem senão o criador, sabe o ponto de origem,  segue a linha curva da superficie da taça, até se completar ao fazer o encontro entre o principio e o fim. Mas quando se encerra o ciclo, perdendo-se o ponto de origem, perde-se igualmente o ponto final, de passagem ou de união; fica representado um outro tempo, maior que um ciclo, embora consciente dele.O friso transcende a representação de um ciclo inscrito na matéria do barro e passa a ser representação de infinito.

(continua)

Anúncios

Deixe um Comentário so far
Deixe um comentário



Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s



%d bloggers like this: